A seleção brasileira feminina de vôlei sofreu um pouco, mas venceu o Japão por 3 sets a 1, de virada, com parciais de 21/25, 25/21, 25/17 e 27/25, nesta sexta-feira, em Bangcoc, na Tailândia, em sua estreia no Grand Prix. Desta forma, o time nacional começou de forma positiva a sua caminhada em busca do seu 11º título da competição.

O duelo desta sexta foi justamente contra o rival que o Brasil derrotou na decisão da edição passada do torneio. Mas o jogo não teve clima de reencontro, pois as duas seleções se enfrentaram por quatro vezes, no mês passado, em amistosos realizados em solo brasileiro que serviram de preparação para o Grand Prix.

Depois de estrear com triunfo sobre as japonesas, o time comandado por José Roberto Guimarães voltará a atuar pela competição neste sábado, às 4h (de Brasília), contra a Sérvia, em novo confronto válido pelo Grupo 1.

Com 16 pontos cada uma, Gabi e Fê Garay foram os dois maiores destaques ofensivos do Brasil neste duelo diante do Japão, que teve Miyu Nagaoka com maior pontuadora, com 15, e Haruyo Shimamura logo atrás, com 14. Outra que contabilizou 14 pontos foi Juciely, também decisiva pela equipe nacional.

O JOGO - Ainda sem o entrosamento ideal, pois disputou apenas nesta sexta a sua primeira partida oficial nesta temporada, a seleção brasileira entrou em quadra com Dani Lins, Fernanda Garay, Gabi, Joycinha, Juciely e Bárbara, além da líbero Camila Brait. Depois entraram em quadra Macris, Monique, Natália e Carol.

O Brasil demorou a engrenar na partida e sofreu com o saque japonês no primeiro set, no qual nem mesmo a força do bloqueio, responsável dos 17 dos 98 pontos do País e melhor fundamento do time na partida, foi suficiente para evitar a derrota por 25/21.

A partir do segundo set, porém, as brasileiras começaram a reagir e chegaram a abrir 19/14 no placar. Entretanto, permitiram a reação das japonesas, que empataram por 20 a 20. Foi quando Zé Roberto resolveu mexer no time, trocando Bárbara pela central Carol, que foi decisiva no saque e fez o Brasil deslanchar rumo ao 25/21.

Já o terceiro set foi ainda mais tranquilo para as brasileiras, que seguiram fazendo valer a força do bloqueio e fecharam a parcial com a boa vantagem de 25/17. O quarto set, por sua vez, parecia desenhar o mesmo cenário, pois o Brasil chegou a abrir 23/17 no placar. Entretanto, a equipe deixou cair o ritmo e, após uma série de erros, permitiu o empate em 23/23. As japonesas ainda brigaram pela vitória nos pontos finais do set, mas um bloqueio de Gabi decretou a vitória por 27/25.

Bangco